Aprenda a pintar porta de madeira

Aprenda a pintar porta de madeira

A porta é o primeiro contato que as pessoas têm ao entrar em qualquer cômodo da casa. Por isso mesmo, ter uma porta bem cuidada e bonita deixa o seu lar muito mais convidativo e aconchegante.

Além disso, pintar a porta é uma forma barata de renovar o ambiente e algo simples de se fazer, principalmente se você é fã do ‘faça você mesmo’!

No entanto, é preciso seguir algumas dicas e cuidados para garantir um resultado de qualidade. Quer saber mais? Aprenda com a gente como pintar uma porta de madeira.

Passo a passo

Escolha da tinta

Vários tipos de tinta podem ser utilizados em portas de madeira, sendo as melhores opções: tinta laca, tinta epóxi, tinta acrílica ou PVA e tinta esmalte.

Em portas internas, a melhor opção é a tinta esmalte a base de água, que possui secagem rápida e, principalmente, não tem cheiro forte.

Em áreas externas, prefira produtos que oferecem proteção contra intempéries como chuva, umidade ou sol.

Retire as ferragens

Primeiramente, retire todos os acessórios da porta: fechadura, dobradiças, parafusos e maçaneta. Lembre-se de guardar todos esses itens, para recolocá-los depois que a porta estiver pintada.

Proteja o espaço

Antes de começar os trabalhos, forre o chão com jornal ou plástico para protegê-lo de respingos de tinta. Isole também a porta para não correr riscos de pintar a parede junto – para isso, utilize uma fita específica para pintura ou então fita crepe.

Preparação da porta

Em seguida, temos uma das partes mais importantes do processo, que é a preparação da porta para receber a pintura.

Para isso, lixe a porta inteira até remover os vestígios de tinta e todo o brilho da madeira.

Depois de lixar, passe um pano umedecido em toda a superfície da porta para remover o pó resultante do lixamento.

Se a porta tiver áreas danificadas, esburacadas ou irregulares, utilize massa específica para madeira para correção. Depois de aplicar, deixe a massa secar.

Primer

Aplique um primer ou sub-capa para madeiras em toda a porta. O produto irá garantir que a pintura seja mais uniforme e eficaz.

Espere o produto secar, e lixe novamente a porta para retirar os excessos do primer. Passe novamente o pano na superfície, para se livrar de qualquer pó ou impureza restante.

Pintura

Escolha uma cor de tinta ou verniz que lhe agrade, atente-se às orientações de preparação de tinta que constam na embalagem do produto, e inicie a pintura.

Para ter um melhor resultado, prefira utilizar rolo de pintura, que espalha a tinta de maneira mais uniforme. Utilize o pincel somente nas zonas de acesso mais difícil, como perto da maçaneta ou cantos.

Espere a pintura secar e, se necessário, aplique uma segunda demão de tinta.

Finalização

Se necessário, de acordo com o tipo de tinta que escolher, aplique uma camada de esmalte sobre a porta e deixe o produto secar completamente.

Com a porta totalmente seca, recoloque todas as ferragens na porta e retire a fita crepe das extremidades.

Pronto: aí está a sua porta novinha, de forma econômica e prática!

casashow

compartilhar:

Dicas para reformar a casa morando nela

Dicas para reformar a casa morando nela

Muita gente fica de cabelo em pé só de pensar em iniciar uma obra dentro de casa. Poeira, sujeira, barulho, entra e sai da equipe de construção, tudo isso pode ser realmente estressante.

Mas calma. Por trás de toda a poeira, existem soluções simples que podem evitar problemas e tornar a sua vida e a de sua família muito mais tranquilas durante a obra.

Confira nossas dicas para reformar a casa morando nela.

Estabeleça regras

Converse com os profissionais envolvidos na reforma e estabeleça algumas regras básicas para o seu conforto e o de sua família. Informe os horários dos moradores e cheguem a um acordo sobre as horas de início e finalização da obra.

Deixe claro também em quais espaços é permitido fumar, se os profissionais podem utilizar a garagem, e se existe alguma área que seja vetada à equipe. Acredite, essas medidas podem evitar muitos desgaste no relacionamento entre as partes.

Proteja móveis e objetos

Antes de iniciar a obra, forre o chão com papelão ou plástico para que os pisos não sejam danificados. Cubra também todos os móveis e eletrônicos com plástico ou lona – se possível, prenda as extremidades com fita crepe, para evitar que o plástico se solte em alguma parte.

Retire todos os objetos de decoração ou menores que fiquem soltos e que possam sofrer quedas ou outro tipo de avarias. Embale essas peças com jornal ou outro material e, se possível, guarde tudo em caixas etiquetadas – isso vai facilitar a organização do ambiente após a reforma.

Se estiver reformando a cozinha, deixe geladeira, micro-ondas e demais utensílios em outra área, à qual você possa ter acesso a qualquer momento.

Importante: para ter mais conforto, proteja também os vãos de todas as portas. Isso ajuda a evitar que a poeira se espalhe.

Planeje com antecedência

Converse com a equipe envolvida e saiba o que esperar de cada dia ou etapa. Por exemplo, saber quando será necessário desligar utilitários como água e energia pode evitar surpresas desagradáveis. Se for necessária a utilização de produtos com odor muito forte ou materiais nocivos, você pode programar onde ficar com antecedência.

Em vez de ficar sofrendo por conta da bagunça, que tal também já combinar com a equipe o descarte diário do entulho gerado? Evite o acúmulo de lixo, isso vai deixar a sua casa muito mais organizada e habitável.

Escolha bem os profissionais

Se você pretende fazer a reforma morando na casa, mão de obra qualificada não é suficiente. É importante contar com profissionais caprichosos, cuidadosos e organizados. Peça referências, e sempre converse com o profissional antes da contratação – afinal, se vão conviver um período juntos, um bom entendimento é primordial.

Paciência é fundamental

Tenha paciência. Imprevistos acontecem, certo? Assim, não espere que sua casa fique impecável durante a construção e que tudo saia conforme o planejado. Chuvas, atrasos em entregas, falta de material – a verdade é que alguns fatores estão além do nosso controle.

Portanto, seja flexível e esteja preparado para os contratempos, lembrando que ao final todo o esforço valerá a pena.

 

casashow…….

 

 

compartilhar:

5 Dicas Para Ajudar na Reforma da Casa

5 Dicas Para Ajudar na Reforma da Casa

Pintura de paredes, troca de piso, ampliação dos espaços… São diversos motivos que levam as pessoas a renovarem seus ambientes, promovendo mudanças de design para deixarem seus cantinhos mais confortáveis e usuais. Além disso, não podemos deixar de citar os casos para resolver problemas estruturais, como infiltrações, fissuras e vazamentos.

Entretanto, os períodos de reforma normalmente vêm acompanhados de sujeira, bagunça e muito estresse. Seja pela contratação do profissional correto ou cuidados com seus pertences, algumas dicas são importantes para reduzir a dor de cabeça e garantir o sucesso da obra. Confira:

Cautela na escolha do profissional ou empresa

As indicações são muito válidas na hora de escolher o profissional que vai fazer a reforma de sua casa. Pegue referências com amigos que realizaram serviços com a pessoa ou a empresa que se deseja contratar e busque encontrar um equilíbrio entre investimento e resultados. Você também pode aproveitar as mídias sociais e reviews do Google para entender como é o funcionamento da empresa e quais as qualificações que os consumidores dão para os serviços realizados. Também é importante listar que, com nota fiscal e contratos, fica mais fácil resolver os conflitos caso seja necessário fazer reclamação no Procon ou em outros órgãos.

Uma boa sugestão é contratar um arquiteto ou engenheiro para desenvolver o projeto e acompanhar a obra – como ele assume a responsabilidade legal e civil, as chances do trabalho ser bem executado são maiores.

Planejamento é tudo

Nem sempre é possível realizar todas as reformas necessárias ou desejadas de uma vez. Por isso, priorize o que é mais importante conforme a funcionalidade e benefícios. Será que trocar o azulejo é mais emergencial do que construir um novo banheiro? Esse balanço é necessário para ter mais sucesso na reforma e evitar extrapolar o orçamento (mesmo que dê vontade de copiar todas as novas tendências!).

Uma boa dica é, antes de iniciar a reforma, fazer um levantamento de todos os custos e tempo necessário para as atividades. Para evitar que os materiais fiquem entulhados, a sugestão é fazer a aquisição por partes ou verificar se a entrega pode ser agendada.

Preste atenção aos detalhes

O revestimento é um elemento muito importante em uma reforma sendo que, além de proteger pisos e paredes, também atua como uma elemento de decoração. Um dos materiais mais escolhidos para essa função é a madeira: além de ser elegante, ela promove um maior conforto térmico. Hoje, o piso laminado é uma das opções mais procuradas pela facilidade de instalação e manutenção – entretanto, vale ressaltar que esse piso não deve ser molhado, sendo que talvez não seja a melhor opção para quem tem filhos pequenos ou animais.

Cuide bem de seus pertences

Muitas vezes, reformar significa ter que trocar os móveis da casa de lugar e, também, deixá-los à mercê de marcas de tintas e outros danos. Caso não seja possível remanejar com tranquilidade os objetos dentro de casa, uma opção é recorrer aos self storages, que também funcionam como depósitos temporários. Segundo a gerente comercial da Espaço A+ Self Storage, Rousy Rojas, uma das vantagens desse tipo de espaço é o acesso direto aos pertences na hora que quiser, além do contrato mensal, que reduz gastos nesse período para que os móveis sejam guardados com segurança.

Limite o modismo e exalte seu gosto

A área de design sempre está com novidades, as quais nos deixam com vontade de renovar a casa o tempo inteiro. Entretanto, pisos, paredes e outros itens são mais complicados de serem alterados do que objetos de decoração, estes que podem atuar como aquele plus para sua decoração. Por isso, invista em ambientes claros e funcionais, evitando customizações exageradas. Para quem deseja diferenciar paredes, o papel de parede pode ser uma boa opção já que é mais fácil de instalar e ser alterado. Independentemente de qualquer reforma e da sugestão de estilo dos profissionais envolvidos, nunca se esqueça de que a casa é sua e você que irá frequentar o espaço todos os dias. Avalie seus gostos e escolha o que te fará mais feliz!

BONDE

compartilhar: